03 outubro 2012

Um Homem de Sorte

Autor: Nicholas Sparks
Edição:
Ano: 2011 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 349

Sinopse: “Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.




Resenha: Livro do Nicholas Sparks nunca sei exatamente o que esperar, ele está sempre me surpreendendo com suas inovações.
A estória se baseia em Logan Thibault um fuzileiro naval que encontra uma foto de uma bela moça enquanto estava em uma missão no Iraque. Depois de algumas tentativas, que não deram muito certo, de achar o dono da foto, ele resolve que a foto irá ficar com ele mesmo. 
O melhor amigo dele, Victor, acredita que a foto é um tipo de amuleto que sempre dá sorte, prova do que ele diz são as partidas de poker que Thibault passou a ganhar e a sobrevivência  dele nas lutas. 
Depois de um tempo Thibault resolve agradecer a mulher da foto, que supostamente protegeu ele, então ele cruza o país andando. Chegando lá ele encontra a mulher da foto e resolve trabalhar no canil que a avó dela tem, que por acaso está precisando de um ajudante.
Quando Thibault é aceito no trabalho novo ele começa a descobrir detalhes da vida da mulher da foto, chamada Beth (Elizabeth), ele descobre que ela tem um ex-marido  Keith Clayton, que por sinal é super ciumento.
Thibault consegue conquistar Elizabeth e ela se entrega completamente a ele, porém Clayton fica sabendo e não gosta nem um pouco disso e resolve acertar as contas com Logan.
O livro é surpreendente, uma coisa sempre liga a outra e me vi lendo ele com um olhar de detetive, pois tudo terminava se ligando.
O final do livro é de ficar com o coração na mão, fiquei muito apreensiva com medo do que poderia acontecer e só depois do epílogo pude me tranquilizar um pouco mais.
A obra poderia ser um pouco mais explorada em seu final, achei que o autor correu um pouco com os fatos.